Quem sou eu

Minha foto
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
Sou da geração do 'Por favor', 'Bom Dia', 'Com licença', 'Eu te amo', 'Até logo', 'Obrigado', do respeito aos pais e idosos, de pedir permissão, de saudar com um sorriso, de amar as pessoas pelo que elas são e não o que me dão ou têm a me dar. Fui ensinada a tratar as pessoas com carinho, lealdade e honestidade. Assim fui educada! Sou uma abelhinha que não para, estou sempre inventando algo novo, eu pinto porcelana, pinto óleo sobre tela, faço crochê, tricô, bordo e confecciono buquês para noivas com flores naturais ou mesmo de feltro! Arte é o meu modo de vida! CONTATO: martaloureirostar@gmail.com ou pelo CEL: 021 9444 4983

domingo, 16 de dezembro de 2012

Flor em Penca





Material:
Fios coloridos para as flores, usei Duna, agulha 4,5 mm
Fio principal – usei Anne, dois fios juntos, agulha 6 mm
Folha:
Monte 7 malhas com o fio verde
Carr 1: 6t, tfb (tricô na alça da frente e tricô na alça de trás);
Carr 2: 5t, Envolva o ponto seguinte e Vire (EV);
Carr 3: 4t, tfb;
Carr 4: 5t, EV;
Carr 5: 4t, tfb;
Carr 6: 5t, tfb;
Carr 7: 4t, tfb;
Carr 8: Arremate 4 pontos, t, [“2tj” x3], 2t; (7p)
“2tj” - levante a laçada que envolveu o ponto e faça-os juntos
Não corte o fio, troque de cor.
Flor:
Carr 1: 6t, tfb;
Carr 2: 5t, EV;
Carr 3: 4t, tfb;
Carr 4: 5t, EV;
Carr 5: 4t, tfb;
Carr 6: 5t, EV;
Carr 7: 4t, tfb;
Carr 8: t, t (passe sobre o ponto anterior), 4t, EV;
Carr 9: 5t;
Carr 10: t, t (passe sobre o ponto anterior), 3t, “2tj”, EV;
Carr 11: 5t;
Carr 12: t, t (passe sobre o ponto anterior), 3t, “2tj”, EV;
Carr 13: 5t;
Carr 14: t, t (passe sobre o ponto anterior), 3t, “2tj”, 2t.
Corte o fio da flor, volte a usar o fio verde e faça outra folha. Ao terminá-la, corte o fio e passe esse módulo para outra agulha e deixe à espera. O número de módulos (ímpar) dependerá do tamanho desejado para o xale. Esconda os fios de cada módulo.
Fiz 21 módulos.
Unindo os módulos:
Carr 1: Usando a cor principal, faça 7t (pontos da florzinha), faça 5 laçadas torcidas, 7t (pontos da florzinha), e continue assim até o final.
Carr 2: 7t; *nas laçadas torcidas: t, volte esse ponto para a agulha direita e tricote-o novamente, repita essa operação nas 4 laçadas restantes; 7t*;  (marque os 3 pontos centrais do xale, coincidirão com os pontos centrais da 11ª florzinha).
Carr 3: tricô até o marcador (retire-o), 3tj, t, coloque um marcador, tricô até o final;
Faça mais 5 ou 6 carreiras dessa forma, todas com essa diminuição dupla – 3tj.
Mudando para o ponto: 2tj, *laç, 2tj*, no avesso.
Carr 1: 2t, *2tj, laç*, 2tj, retire o marcador, 3tj, 2tj, coloque o marcador, *laç, 2tj* até os dois últimos pontos, que serão feitos 2t;
Carr 2: toda em tricô, retire o marcador,  3tj, coloque o marcador, t até o final;
Carr 3: 2t, *laç, 2tj*, laç,retire o marcador, 3tj, laç, coloque o marcador, *2tj, laç*, 2t;
Carr 4: toda em tricô, retire o marcador,  3tj, coloque o marcador, t até o final.
Repita essas 4 carreiras mais 4 vezes. Retire o marcador na 20ª carreira.
Mudando a estrutura do xale para carreiras encurtadas – tendendo ao centro (não serão feitos mais os 3tj):
Carr 1: *t*, 5 - EV; (o primeiro desses 5 pontos deixados na agulha será envolvido pelo fio)
Carr 2: *t*, 5 - EV;
Continue com as carreiras encurtadas até não haver mais pontos para encurtar. Observe que estaremos no centro do xale. No último EV, continue em tricô até o final, não se esquecendo de levantar a laçada e fazer “2tj” nos pontos que foram envolvidos.
Volte em tricô e, da metade em diante levante também as laçadas e faça “2tj” nos pontos envolvidos.
Depois disso:
Carr 1: 2t, *2tj, laç*, 2tj, 2t;
Carr 2: toda em tricô;
Carr 3: 2t, *laç, 2tj*, laç, 2t;
Carr 4: toda em tricô.
Repita essas 4 carreiras até a altura desejada.
Não se assuste se tiver de fazer ajuste nos pontos finais desse último passo, vc não errou!
Arremate bem frouxinho!
Bloque!

TIVESSES TU NASCIDO UMA FLOR

Tivesses tu nascido uma flor
Serias, sim, como as flores do campo.
Tivesses tu nascido uma flor
Os jardins seriam mais belos!

Como uma canção de amor, 
pelo ar, a fluir,
a Alegria não teria sorriso tão lindo assim:
o sorriso mais simples
e o mais encantador!

Tivesses tu nascido uma flor
- não é nenhum exagero -
Tivesses tu nascido uma flor
o mundo teria muito mais cores!

Por que tudo em você inspira poesia
e a própria Poesia se inspiraria em você
E a vida inteira seria o mais doce sonho
se tivesses tu nascido uma flor...

Tivesses tu nascido uma flor
Serias tu o próprio Encanto
Serias mais que tudo que há de belo...
Por que, minha querida, tudo em você é incrível!

Tivesses tu nascido uma flor
serias, sim, como as flores do campo:
As mais humildes,
as mais inebriantes,
e as mais belas!
- E serias, ainda, a flor mais linda do mundo!

(Augusto Branco)

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Miosótis


Fio Anne duplo, agulha circular 4,5


Fazer montagem provisória com 310 correntes.
Marcar os 50 pontos centrais. Teça-os, volte; 
ao final desses 50 pontos, teça 3 pontos da montagem provisória, volte;
ao final dos 53 pontos, teça mais 3 pontos da montagem;


continue com esses aumentos até obter 303 pontos na agulha.
Arremate todos esses pontos, mas não corte o fio, pois, a partir daí,
começaremos o barrado do xale, 
quando retomaremos os 302 pontos que ficaram na montagem provisória.


Pintei as folhas e a carreira de arremate desse lindo barrado, usei tinta Acrilex para tecido.


Receita do barrado:

Carr 1: B, m, laç, m, ms, 8m, *5m, 2mj, m, laç, mt, laç, m, ms, 8m*, 5m, 2mj, m, laç, m, B;

Carr 3: B, m, laç, 2m, ms, 7m, *4m, 2mj, 2m, laç, mt, laç, 2m, ms, 7m*, 4m, 2mj, 2m, laç, m, B;

Carr 5: B, m, laç, 3m, ms, 6m, *3m, 2mj, 3m, laç, mt, laç, 3m, ms, 6m*, 3m, 2mj, 3m, laç, m, B;

Carr 7: B, m, laç, 4m, ms, 5m, *2m, 2mj, 4m, laç, mt, laç, 4m, ms, 5m*, 2m, 2mj, 4m, laç, m, B;

Carr 9: B, m, laç, 5m, ms, 4m, *m, 2mj, 5m, laç, mt, laç, 5m, ms, 4m*, m, 2mj, 5m, laç, m, B;

Carr 11: B, m, laç, 6m, ms, 3m, *2mj, 6m, laç, mt, laç, 6m, ms, 3m*, 2mj, 6m, laç, m, B;

Carr 13: B, m, laç, 7m, ms, m, 2mj, *7m, laç, mt, laç, 7m, ms, m, 2mj*, 7m, laç, m, B;

Carr 15: B, m, laç, 6m, 2mj, laç, md, laç, *ms, 6m, laç, mt, laç, 6m, 2mj, laç, md, laç*, ms, 6m, laç, m, B;

Carr 17: B, 2mj, laç, 5m, 2mj, laç, mt, laç, ms, *laç, ms, 13m, 2mj, laç, mt, laç, ms*, laç, ms, 5m, laç, ms, B;

Carr 19: B, 2mj, laç, 4m, 2mj, laç, 2mj, laç, mt, laç, *ms, laç, ms, 11m, 2mj, laç, 2mj, laç, mt, laç*, ms, laç, ms, 4m, laç, ms, B;

Carr 21: B, 2mj, laç, 3m, 2mj, laç, 2mj, laç, mt, laç, ms, *laç, ms, laç, ms, 9m, 2mj, laç, 2mj, laç, mt, laç, ms*, laç, ms, laç, ms, 3m, laç, ms, B;

Carr 23: B, 2mj, laç, 2m, (2mj, laç) x3, mt, laç, *ms, laç, ms, laç, ms, 7m, (2mj, laç) x3, mt, laç*, ms, laç, ms, laç, ms, 2m, laç, ms, B;

Carr 25: B, 2mj, laç, m, (2mj, laç) x3, 3m, *(laç, ms) x3, 5m, (2mj, laç) x3, 3m*, (laç, ms) x3, m, laç, ms, B;

Carr 27: B, 2m, (2mj, laç) x3, m, laç, md, laç, *m, (laç, ms) x3, 3m, (2mj, laç) x3, m, laç, md, laç*, m, (laç, ms) x3, 2m, B;

Carr 29: m, (2mj, laç) x3, 2m, laç, md, laç, *2m, (laç, ms) x3, m, (2mj, laç) x3, 2m, laç, md, laç*, 2m, (laç, ms) x3, m, B;

Carr 31: B, m, (2mj, laç) x4, mt, laç, m, laç, mt, *(laç, ms) x4, m, (2mj, laç) x4, mt, laç, m, laç, mt*, (laç, ms) x4, m, B.

Arrematar com 5 correntinhas. (3, 2, 2, 2, 2, 2, 3, 2, 2, 2, 2, 2, 3...)


Eu Miosótis 

Caminhando pelos jardins da alma 
Em passos lentos repletos de calma 
Deparei- me com um lindo miosótis 
De um diferente azul em médio aniz 
--- 
Triste e solitário com lágrima única 
A fornecê-la para uma pequena bica 
Em forma de fonte de água luminosa 
Como origem de uma força grandiosa 
--- 
Alimentando-a com sua própria cor 
Como pequeno e mágico grão de amor 
Que nas pétalas do belo miosótis luziu 
--- 
Por ser a parte mais bonita do jardim 
Foi a lágrima única da fonte em mim 
Mágico espelho que meu inteiro refletiu 

(Márcia Fernandes Vilarinho Lopes)

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Ametista Rose Lace - decrescente


3 fios de Camila 1000, agulha circular de 4,5 mm.





Parte 1
Montagem provisória com 100 pontos.
Estrutura:
Sl1, m, laç, md, m, laç, m, marc, 66m, marc, padrão Rose Lace (direito)

Padrão Rose Lace, 66t, 8m (avesso)

Não haverá aumentos, somente diminuições (2mj) pelo lado direito. Iniciar-se-ão após as 8 primeiras carreiras, sempre nos pontos anteriores ao barrado nas carreiras marcadas com asterisco.

Padrão Rose Lace:

*Carr 1: Sl1, m, laç, m, md, m, laç, m, marc, laç, m, ms, t, 2mj, m, t, m, ms, t, 2mj, m, laç, m, 2laç, m, 2laç, m;

Carr 2: 2m, t, 2m, t, m, 3t, m, 2t, m, 2t, m, 3t, 8m;

Carr 3: Sl1, m, laç, m, md, m, laç, m, marc, laç, m, laç, ms, t, 2mj, t, ms, t, 2mj, laç, m, laç, 7m;

Carr 4: Arremate 4 pontos, 2m, 4t, m, t, m, t, m, 4t, 8m;

*Carr 5: Sl1, m, laç, m, md, m, laç, m, marc, laç, 3m, laç, md, t, md, laç, 3m, laç, m, 2laç, m, 2laç, m;
Carr 6: 2m, t, 2m, t, m, 6t, m, 6t, 8m;

Carr 7: Sl1, m, laç, m, md, m, laç, m, marc, laç, 5m, laç, md, laç, 5m, laç, 7m;

Carr 8: Arremate 4 pontos, 2m, 15t, 8m.

Parte 2:
Retome os pontos da montagem provisória, distribua o padrão Rose Lace sobre os 100 pontos, fazendo as 8 diminuições necessárias (teremos 4 repetições do padrão, três com 22 pontos e a final, com 26). Não esqueça que deverá adequar a direção dos motivos..



Como ametista pele
Brilha ametista a pele suavemente...
Ao sol de encanto...
De conquistas feito pintura nobre!
Pele linda de ametista nobre...
Feito romance adolescente de gente grande...
Pele de amor de luz de luar...
Um porto de Amor!
Uma ametista admirar...
De alma e portos de encantos...
Mais que juras! Exaladas...
Mais que ALMAS de encontros...
São Pedras de almas AMANTES!
De brilho de luz de encanto Ametista, pele 

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

In Love



1 novelo de Bella, agulha circular 4 mm.

Tradução:

Monte 7 pontos

Carr 1: Meia
Carr 2: Meia
Carr 3: 2m, marcador, laç, m, laç, marcador, m, marcador, laç, m, laç, marcador, 2m;
Carr 4: e todas as carreiras pares: 2m, *t*, 2m;
Carr 5: 2m, laç, 3m, laç, m, laç, 3m, laç, 2m;
Carr 7: 2m, laç, 5m, laç, m, laç, 5m, laç, 2m;
Carr 9: 2m, laç, 7m, laç, m, laç, 7m, laç, 2m;
Carr 11: 2m, laç, 9m, laç, m, laç, 9m, laç, 2m;
Carr 13: 2m, laç, 11m, laç, m, laç, 11m, laç, 2m;
Carr 15: 2m, laç, 13m, laç, m, laç, 13m, laç, 2m; (total 35 p)
Carr 17: 2m, laç, *2m, 2mj, laç, m, laç, ms, m, 2mj, laç, m, laç, ms, 2m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (39 p)
Carr 19: 2m, laç, *2m, 2mj, laç, 3m, laç, mdc, laç, 3m, laç, ms, 2m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (43 p)
Carr 21: 2m, laç, *4m, laç, ms, 7m, 2mj, laç, 4m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (47 p)
Carr 23: 2m, laç, *6m, laç, ms, 5m, 2mj, laç, 6m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (51 p)
Carr 25: 2m, laç, *8m, laç, ms, 3m, 2mj, laç, 8m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (55 p)
Carr 27: 2m, laç, *10m, laç, ms, m, 2mj, laç, 10m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (59 p)
Carr 29: 2m, laç, *12m, laç, mdc, laç, 12m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (63 p)
Carr 31: 2m, laç, *m até o próximo marcador*, laç, m, laç, *repetir*, 2m; (67 p)

Carr 33:2m, laç, *2m, [2mj, laç, m, laç, ms, m, 2mj, laç, m, laç, ms, 5m], 2m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (71 p)
Carr 35: 2m, laç, *2m, [2mj, laç, 3m, laç, mdc, laç, 3m, laç, ms, 3m], 2m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (75 p)
Carr 37: 2m, laç, *4m, [laç, ms, 7m, 2mj, laç, 5m], laç, ms, 7m, 2mj, laç, 4m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (79 p)
Carr 39: 2m, laç, *6m, [laç, ms, 5m, 2mj, laç, 7m], laç, ms, 5m, 2mj, laç, 6m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (83 p)
Carr 41: 2m, laç, *8m, [laç, ms, 3m, 2mj, laç, 9m], laç, ms, 3m, 2mj, laç, 8m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (87 p)
Carr 43: 2m, laç, *10m, [laç, ms, m, 2mj, laç, 11m], laç, ms, m, 2mj, laç, 10m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (91 p)
Carr 45: 2m, laç, *12m, [laç, mdc, laç, 13m], laç, mdc, laç, 12m*, laç, m, laç, *repetir*, laç, 2m; (95 p)
Carr 47: 2m, laç, m até o próximo marcador, laç, m, laç, m até o próximo marcador, laç, 2m; (99 p)

Para um xale maior, trabalhe as carreiras 33 - 48, até o tamanho desejado.
Cada carreira ímpar aumentam-se 4 pontos.
m em negrito é o ponto médio do trabalho.

Arremate em picot: Assista ao vídeo!
Separe cada picot com 4 arremates.
Ou arremate em I-cord: Assista ao vídeo! 

Eu poderia ter parado por aqui, mas encontrei no Grupo Tricô e Receitas, do Facebook, um acabamento muito lindo de autoria da amiga Paula Pereira, vale a pena conferir, a receita está bem explicadinha!


O Verbo no Infinito

Ser criado, gerar-se, transformar
O amor em carne e a carne em amor; nascer
Respirar, e chorar, e adormecer
E se nutrir para poder chorar

Para poder nutrir-se; e despertar 
Um dia à luz e ver, ao mundo e ouvir
E começar a amar e então sorrir
E então sorrir para poder chorar.

E crescer, e saber, e ser, e haver
E perder, e sofrer, e ter horror
De ser e amar, e se sentir maldito

E esquecer de tudo ao vir um novo amor
E viver esse amor até morrer
E ir conjugar o verbo no infinito...

(Vinícius de Moraes)

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Minha versão Wingspan


O Wingspan é um xale muito comentado no nosso meio.
No entanto, vejo-o sempre com a mesma aparência, então, decidi mudar algumas coisas...
tudo é igual e sempre diferente, uma coisinha aqui e outra ali e cria-se uma nova peça!
Criatividade é a chave!


 4 novelos de fio Família, agulhas retas de 7 mm, 7 marcadores e um marcador* de cor diferente, fi-lo em um dia!
O que se precisa saber a respeito: carreiras encurtadas.

Instruções:
70 malhas na agulha
Carr 1: toda em tricô;
Carr 2: toda em tricô;
Carr 3: toda em tricô até restarem 3 pontos na agulha esquerda, coloque um marcador*, virar o trabalho;
Carr 4: carreira encurtada, em tricô;
Repita as carreiras 3 e 4 até não restarem pontos para se usar esse marcador*, que será tirado e recolocado a cada carreira encurtada.

Para a sequência do trabalho em todos os outros triângulos:
Após o término do primeiro triângulo, volte em tricô não esquecendo de fazer os dois tricôs juntos, nas laçadas que foram feitas nas encurtadas, até restarem 14 pontos na agulha esquerda, coloque uma marcador de cor diferente,  vire o trabalho e:
Carr 1: deslize um ponto, laç, 2t, marcador*, continue em tricô e ao final, monte 14 pontos em qualquer método de montagem que se conheça, vire o trabalho;

Eu sugiro esse! Com picot ou sem, fica perfeitinho!

Carr 2: tricô até o marcador*, vire o trabalho;
Carr 3: deslize um ponto, laç, 2t, marcador*, continue em tricô até o final;
Carr 4: tricô até o marcador*, vire o trabalho;
Repita as carreiras 3 e 4 até não restarem mais pontos para o marcador*.

Terminado mais um triângulo, deixe mais 14 pontos na agulha esquerda, um marcador e siga a sequência até obter 8 triângulos.
Volte o trabalho e teça-a toda em tricô, não esquecendo de fazer 2tj onde houver laçada.
Neste momento, ter-se-á 158 pontos na agulha.
A barra de finalização foi feita assim:
158 é múltiplo de 3 + 2, então:
Carr única: (t, 2tj, laç), 2t.
Repita a carreira até a altura desejada, faça mais uma carreira toda em tricô e arremate com picots
Bloque.
Assistam aos vídeos linkados, apesar de estarem em inglês.


"As coisas mais simples da vida são as mais extraordinárias, e só os sábios conseguem vê-las."  Paulo Coelho




domingo, 7 de outubro de 2012

Vermelho Infinito



Com o PAP da Marisa G. Almeida, obrigada, querida!


Usei dois novelos de Anne, agulha 1,75 mm!



Vermelho Infinito

Danças no fogo
Nele serpenteias
E nesse teu jogo
Também me incendeias

Nas brasas que estalam
És brasas ao rubro
Num corpo que cubro
Com beijos que calam
Com beijos que falam
E até dizem não
Nos fumos que exalam
Perfume em paixão

No fogo crepitas
Às cinzas dás vida
Fénix renascida
O meu corpo agitas
Fogos que vomitas
Em beijos que são
Brasas no carvão
Que me ressuscitas
No meu coração.

Fogo adormecido
Agora alta chama
No fogo reclama
Mais fogo engolido
Mais fogo sorvido
Em salivas mornas
Que da boca entornas
Em suor e gritos
Soltos em espelho
Buscando infinitos
Em tons de vermelho

Vermelho infinito
Fogo de paixão
Pecado ou delito?
Não me importo, não!

(Abílio Bandeira Cardoso Góis)


terça-feira, 18 de setembro de 2012

Rosa de jeans


Ontem, minha professora Rosmari mandou um link por e-mail e disse: - Veja se você gosta!
Resultado, hoje, dia de aula, fizemos. 
Não gostei, ameiiiiiiiiiiiii!!!
Uma calça jeans e arte, a combinação perfeita!



POEMA DE JEANS

Quero um poema bem simples,
Recheado de coração!
Sem artifícios, barreiras
Que só causam opressão!

Quero a beleza dos dias
Dos sonhos de uma criança!
Sem ter razão, alegrias
No peito, terna esperança!

Um poema de crepom
Para pequenina flor!
Que reflita no espelho
Dobraduras de amor!

Poema assim...sem malícia!
De jeans e um conga qualquer!
Sem maquiagem, disfarces
Com um brilho de mulher!

Que conte histórias bonitas,
De amores do passado!
Que tenha paixão e raízes
Grande significado!

E nessa simplicidade
Esqueça as dores da vida!
Seja remanso, chegada
E a cura das feridas!

( Anne Lieri)

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Esse é meu! Penny Lane...


Bolerinho com a receita da Cristina Amaduro.


Fiz duas sequências com o ponto Córdoba, um ponto de borda de cada lado.


Cover dos Beatles em Volta Redonda, eu e o bolero...


Penny Lane

Penny lane there is a barber showing photographs
Of every head he´s had the pleasure to have known
And all the people that come and go
Stop and say hello

On the corner is a banker with a motor car
The little children laugh at him behind his back
And the banker never wears a mac
In the pouring rain
Very strange

Penny lane is in my ears and in my eyes
There beneath the blue suburban skies
I sit and meanwhile back

In penny lane there is a fireman with an hourglass
And in his pocket is a portrait of the queen
He likes to keep his fire engine clean
It´s a clean machine

Penny lane is in my ears and in my eyes
A four of fish and finger pies
In summer, meanwhile back

Behind the shelter in the middle of the roundabout
The pretty nurse is selling poppies from a tray
And though she feels as if she´s in a play
She is anyway

Penny lane the barber shaves another customer
We see the banker sitting waiting for a trim
And then the fireman rushes in
From the pouring rain
Very strange

Penny lane is in my ears and in my eyes
There beneath the blue suburban skies
Penny lane is in my ears and in my eyes
There beneath the blue suburban skies
Penny lane


sábado, 8 de setembro de 2012

Quando setembro chegar...




As setas indicam a direção do tricô trabalhado e não, das folhas.

Leitura do gráfico:
13 malhas na agulha;
Segredinho básico para a perfeição do trabalho:
 Escorregue sempre o primeiro ponto sem fazer, nas carreiras pares e nas ímpares!
Carr 1 e 3: toda em meia;
Carr 2 e todas as pares: toda em tricô;
Carr 5: 4m, 2mj, laç, m, laç, 2mjt, 4m;
Carr 7: 3m, 2mj, laç, m, laç, m, laç, m, laç, 2mjt, 3m;
Carr 9: 2m, 3mj, laç, 2m, laç, m, laç, 2m, laç, 3mjt, 2m;
Carr 11: m, 3mj, laç, 3m, laç, m, laç, 3m, laç, 3mjt, m;
Carr 13: m, 2mj, laç, 9m, laç, 2mjt, m;
Carr 15: m, 2mj, laç, 2mjt, 5m, 2mj, laç, 2mjt, m;
Carr 17: 3m, laç, 2mjt, 3m, 2mj, laç, 3m;
 Carr 19: 4m, laç, 2mjt, m, 2mj, laç, 4m;
Carr 21: 5m, laç, MDC, laç, 5m
Carr 23 e 25: toda em meia;
*Carr 26: toda em tricô. 

2º módulo:
Montar 13 malhas na sequência do primeiro módulo terminado.
Seguir o gráfico, tomando o cuidado de fazer 2 pontos juntos em meia torcido (um ponto do módulo que se está fazendo e o outro ponto, do outro módulo que já está pronto) na união dos motivos.
Seguir a receita até unir com todos os pontos do módulo já pronto. Colocar os pontos em um alfinete de segurança.
3º módulo:
Levantar 13 pontos (pelo lado do avesso) na lateral do primeiro módulo feito. Seguir a receita com as 26 carreiras.
4º módulo:
Repetir o modus operandi do 2º módulo.
5º módulo:
Repetir o modus operandi do 3º módulo.
Para se fazer um cachecol, basta repetir esses procedimentos até a altura desejada.
Para fazer um xale:
Pegar os 13 pontos na lateral do 2º módulo e seguir o gráfico. Ao final, Retomar 13 pontos na lateral desse mesmo módulo e seguir o gráfico usando o 2mjt para unir ao 5º módulo. De agora em diante é seguir o mesmo esquema até o final, com o tamanho desejado.
Para dar acabamento, completar os pontos, formando triângulos, como na foto abaixo.

Quando setembro chegar... 
A terra entoará um novo cântico de cor anil 
Os pardais construirão um ninho de amor 
E as campinas grávidas de flor 
Envolvidas num milagre, darão a luz... 

Quando setembro chegar 
O arco íris pintará no céu um desenho furta cor 
Uma poesia sagrada de luz e cor 
E a terra será saciada por uma doce semente 
Que desabrochará em flor 

Quando setembro chegar 
Pedrinhas reluzentes dos céus choverão 
Dançarão ao vento clareando a nossa visão... 

Deus queira eu esteja com as janelas do meu 
coração abertas 
Para deixar entrar todo esse sol, toda essa luz, 
Todo esse som, todo esse azul. 

(Arnalda Rabelo)


sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Folhas na haste


Atendendo a pedidos...tradução do gráfico!



Base: 21 + bordas, o primeiro ponto em todas as carreiras são deslizados sem fazer.
Carr 1: B, 10t, msf (deslizar o ponto em meia, sem fazê-lo), 10t, B;
Carr 2 e todas as pares: acompanhar os pontos;
Carr 3: B, 10t, msf, m, 9t, B;
Carr 5: B, 10t, msf, (m, laç, m, laç, m) no mesmo ponto,  9t, B;
Carr 7: B, 10t, msf, suspender  um ponto – da carreira debaixo – fazer em t torcido, 2m, laç, m, laç, 2m, 2tj, 7t, B;
Carr 9: B, 10t, msf, tfb (aumento), 3m, laç, m, laç, 3m, 2tj, 6t, B;
Carr 11: B, 10t, msf, t, tfb, 4m, laç, m, laç, 4m, 2tj, 5t, B;
Carr 13: B, 10t, msf, 2t, tfb, 5m, laç, m, laç, 5m, 2tj, 4t, B;
Carr 15: B, 10t, msf, 3t, tfb, ms, 4m, laç, m, laç, 4m, 2mj, 2tj, 3t, B;
Carr 17: B, 9t, m, msf, 4t, tfb, ms, 9m, 2mj, 2tj, 2t, B;
Carr 19: B, 9t, (m, laç, m, laç, m) no mesmo ponto, msf, 5t, tfb, ms, 7m, 2mj, 2tj, t, B;
Carr 21: B, 7t, 2tj, 2m, laç, m, laç, 2m, suspender  um ponto –da carreira debaixo – fazer em t torcido, msf, 6t, tfb, ms, 5m, 2mj, 2tj, B;
Carr 23: B, 6t, 2tj, 3m, laç, m, laç, 3m, tfb,  msf, 8t, ms, 3m, 2mj, t, B;
Carr 25: B, 5t, 2tj, 4m, laç, m, laç, 4m, tfb, t, msf, 8t, ms, m, 2mj, t, B;
Carr 27: 4t, 2tj, 5m, laç, m, laç, 5m, tfb, 2t, msf, 8t, md, t, B;
Carr 29: 3t, 2tj, ms, 4m, laç, m, laç, 4m, 2mj, tfb, 3t, msf, 10t, B;
Carr 31: 2t, 2tj, ms, 9m, 2mj, tfb, 4t, msf, m, 9t, B;
Carr 33: t, 2tj, ms, 7m, 2mj, tfb, 5t, msf, (m, laç, m, laç, m) no mesmo ponto, 9t, B;
Carr 35: B, 2tj, ms, 5m, 2mj, tfb, 6t, msf, suspender  um ponto –da carreira debaixo – fazer em t torcido, 2m, laç, m, laç, 2m, 2tj, 7t, B;
Carr 37: t, ms, 3m, 2mj, 8t, msf, tfb, 3m, laç, m, laç, 3m, 2tj, 6t, B;
Carr 39: t, ms, m, 2mj, 8t, msf, t, tfb, 4m, laç, m, laç, 4m, 2tj, 5t, B;
Carr 41: B, t, md, 8t, msf, 2t, tfb, 5m, laç, m, laç, 5m, 2tj, 4t, B;
Carr 43: B, 10t, msf, 3t, tfb, ms, 4m, laç, m, laç, 4m, 2mj, 2tj, 3t, B;
Carr 45: B, 9t, m, msf, 4t, tfb, ms, 9m, 2mj, 2tj, 2t, B;
Carr 47: B, 9t, (m, laç, m, laç, m) no mesmo ponto, msf, 5t, tfb, ms, 7m, 2mj, 2tj, t, B;
Carr 49: B, 7t, 2tj, 2m, laç, m, laç, 2m, suspender  um ponto –da carreira debaixo – fazer em t torcido, msf, 6t, tfb, ms, 5m, 2mj, 2tj, B;
Carr 51: B, 6t, 2tj, 3m, laç, m, laç, 3m, tfb, msf, 8t, ms, 3m, 2mj, t, B;
Carr 53: B, 5t, 2tj, 4m, laç, m, laç, 4m, tfb, t, msf, 8t, ms, m, 2mj, t, B;
Carr 55: B, 4t, 2tj, 5m, laç, m, laç, 5m, tfb, 2t, msf, 8t, md, t, B;

Repetir as carreiras 29 – 56 para formar desenho igual dos motivos e da carreira 57 em diante para o acabamento reto.

Carr 57: B, 3t, 2tj, ms, 4m, laç, m, laç, 4m, 2mj, tfb, 3t, msf, 10t, B;
Carr 59: B, 2t, 2tj, ms, 9m, 2mj, tfb, 4t, msf, 10t, B;
Carr 61: B, t, 2tj, ms, 7m, 2mj, tfb, 5t, msf, 10t, B;
Carr 63: B, 2tj, ms, 5m, 2mj, tfb, 6t, msf, 10t, B;
Carr 65: B, t, ms, 3m, 2mj, 8t, msf, 10t, B;
Carr 67: B, t, ms, m, 2mj, 8t, msf, 10t, B;
Carr 69: B, t, md, 8t, msf, 10t, B.

Para fazer o acabamento com as folhas em ponta, na carreira 57, arremate os pontos até chegar a ela, termine-a. Com uma agulha de crochê, faça pontos baixíssimos até os pontos seguintes que antecedem a próxima folha e então, arremate-os, termine a folha seguinte, continue com esse procedimento até terminarem todas as malhas da agulha.


ALÉM DA TERRA, ALÉM DO CÉU

Além da Terra, além do Céu,
no trampolim do sem-fim das estrelas,
no rastro dos astros,
na magnólia das nebulosas.
Além, muito além do sistema solar,
até onde alcançam o pensamento e o coração,
vamos!
Vamos conjugar
o verbo fundamental essencial,
o verbo transcendente, acima das gramáticas
e do medo e da moeda e da política,
o verbo sempreamar,
o verbo pluriamar,
razão de ser e de viver.
(Carlos Drummond de Andrade)


quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Flor de Lis


Lã Sedificada, agulhas 4,5mm



Metade do trabalho, depois de retomados os pontos provisórios.


Fazer montagem provisória para 26 pontos;
26 t;
Carr 1: 3m, 5t, trançar 5 pontos pela frente, 5t, 3m;
Carr 2 e todas as pares: seguir os pontos, meia sobre meia e tricô sobre tricô;
Carr 3: m, laç, m, laç, m, 5t, 10m, 5t, m, laç, m, laç, m;
Carr 5: 2m, laç, m, laç, 2m, 5t, 10m, 5t, 2m, laç, m, laç, 2m;
Carr 7: 3m, laç, m, laç, 3m, 5t, 10m, 5t, 3m, laç, m, laç, 3m;
Carr 9: 4m, laç, m, laç, 4m, 5t, 10m, 5t, 4m, laç, m, laç, 4m;
Carr 11: ms, 7m, 2mj, 5t, 10m, 5t, ms, 7m, 2mj;
Carr 13: ms, 5m, 2mj, 5t, 10m, 5t, ms, 5m, 2mj;
Carr 15: ms, 3m, 2mj, 5t, 10m, 5t, ms, 3m, 2mj;
Carr 17: ms, m, 2mj, 5t, 10m, 5t, ms, m, 2mj;
Carr 19: Voltar à carreira 1 e repetir as carreiras de 1 a 18 até o tamanho desejado (metade do trabalho).
Fazer a ponteira flor de lis:
Carr 1: 3m, 5t, trançar 5 pontos pela frente, 5t, 3m;
Carr 2 e todas as pares: seguir os pontos, meia sobre meia e tricô sobre tricô;
Carr 3: m, laç, m, laç, m, 5t, 10m, 5t, m, laç, m, laç, m;
Carr 5: 2m, laç, m, laç, 2m, 5t, 10m, 5t, 2m, laç, m, laç, 2m;
Carr 7: 3m, laç, m, laç, 3m, 5t, 10m, 5t, 3m, laç, m, laç, 3m;
Carr 9: 4m, laç, m, laç, 4m, 5t, 10m, 5t, 4m, laç, m, laç, 4m;
Carr 11: ms, 7m, 2mj, 2t, laç,m, laç, 2t, 10m, 2t, laç, m, laç, 2t, ms, 7m, 2mj;
Carr 13: ms, 5m, 2mj, 2t, m, laç, m, laç, m, 2t, 10m, 2t, m, laç, m, laç, m, 2t, ms, 5m, 2mj;
Carr 15: ms, 3m, 2mj, 2t, 2m, laç, m, laç, 2m, 2t, 10m, 2t, 2m, laç, m, laç, 2m, 2t, ms, 3m, 2mj;
Carr 17: ms, m, 2mj, 2t, 3m, laç, m, laç, 3m, 2t, 10m, 2t, 3m, laç, m, laç, 3m, 2t, ms, m, 2mj;
Carr 19: MDC, 2t, ms, 5m, 2mj, 2t, trançar 5 pontos pela frente, 2t, ms, 5m, 2mj, 2t, MDC;
Carr 20: 2tj, m, 7t, 2m, 10t, 2m, 7t, m, 2tjt;
Carr 21: ms, ms, 3m, 2mj, 2t, 10m , 2t, ms, 3m, 2mj, 2mj;
Carr 22: 2tj, 4t, 2m, 10t, 2m, 4t, 2tjt;
Carr 23: ms, m, 2mj, 2t, 10m, 2t, ms, m, 2mj;
Carr 24: 2tj, t, 2m, 10t, 2m, t, 2tjt;
Carr 25: ms, ms, 10m, 2mj, 2mj;
Carr 26: 2tj, 10t, 2tjt, 2tjt;
Carr 27: ms, 8m, 2mj;
Carr 28: 2tj, 6t, 2tjt;
Carr 29: ms, 4m, 2mj;
Carr 30: 2tj, 2t, 2tjt;
Carr 31: ms, 2mj, arrematar.
Retomar os pontos da montagem provisória e seguir todo o procedimento da receita novamente.
Blocar somente as folhas .


Cabe uma grande emoção
Nos espaços do meu sentir lascivo
Pulsando ritmado com meu coração
Entre uma lágrima e um sorriso

Da alegria sublime de te encontrar
Entre um verso, um poema e uma página
Nas palavras conjugando o verbo amar
Entre um sorriso e uma lágrima

Só me resta nesse sonho: "brincar de viver"
Sonhar agora com um amor correspondido
Enquanto o sol desejar amanhecer
Entre uma lágrima e um sorriso

Dos olhos marejados que lhe sorri
Dos lábios molhados que te diz:
- Receba meu beijo levado pelo colibri
Nas fantasias desse poema flor de lis
(Helen De Rose)


terça-feira, 21 de agosto de 2012

Inesquecível, Rosmari!


Meu primeiro trabalho em patchwork!
Graças à boa vontade da minha mestra Rose,
que teve toda a paciência do mundo,
que riu do meu nervosismo frente a máquina de costura!
- Marta, ela não vai te morder!

Obrigada, minha querida!



O projeto original seria uma bolsa...
tornou-se uma necessaire perfeita 
para completar a decoração do meu banheiro!
Ah, sim, sou extremamente vaidosa...rsrsrs
E claro, farei muitas outras peças!
Mais uma arte, mais um prazer!

"Com tempo e organização consegue-se fazer tudo e bem feito".
(Pitágoras)



sábado, 18 de agosto de 2012

Frosty Flowers ou Córdoba?

Há muito tempo sou apaixonada por este ponto e nunca tive coragem de fazê-lo...
achava-me incapaz...
No excelente manual 1300 pontos de Tricô, 
edição dos anos 70, 
ele se chama Ponto Córdoba.
Li e reli a receita várias vezes, em todos esses anos, 
e agora, finalmente, ei-lo:


Múltiplo de 34, mais as bordas
Carr 1: *3m, 2mj, 4m, laç, 2t, PM,  [2m, laç, ssk] x3, PM, 2t, laç, 4m, ssk, 3m*;
Carr 2: *2t, 2tjt, 4t, laç, t, 2m, PM, [2t, laç, 2tj] x3, PM, 2m, t, laç, 4t, 2tj, 2t*;
Carr 3: *m, 2mj, 4m, laç, 2m, 2t, PM, [2m, laç, ssk] x3, PM, 2t, 2m, laç, 4m, ssk, m*;
Carr 4: *2tjt, 4t, laç, 3t, 2m, PM, [2t, laç, 2tj] x3, PM, 2m, 3t, laç, 4t, 2tj*;
Carr 5: *3m, 2mj, 4m, laç, 2t, PM, [2m, laç, ssk] x3, PM, 2t, laç, 4m, ssk, 3m*;
Carr 6: *2t, 2tjt, 4t, laç, t, 2m, PM, [2t, laç, 2tj] x3, PM, 2m, t, laç, 4t, 2tj, 2t*;
Carr 7: *m, 2mj, 4m, laç, 2m, 2t, PM, [2m, laç, ssk] x3, PM, 2t, 2m, laç, 4m, ssk, m*;
Carr 8: *2tjt, 4t, laç, 3t, 2m, PM, [2t, laç, 2tj] x3, PM, 2m, 3t, laç, 4t, 2tj*;
Carr 9: *3m, 2mj, 4m, laç, 2t, PM, [2m, laç, ssk] x3, PM, 2t, laç, 4m, ssk, 3m*;
Carr 10: *2t, 2tjt, 4t, laç, t, 2m, PM, [2t, laç, 2tj] x3, PM, 2m, t, laç, 4t, 2tj, 2t*;
Carr 11: *m, 2mj, 4m, laç, 2m, 2t, PM, [2m, laç, ssk] x3, PM, 2t, 2m, laç, 4m, ssk, m*;
Carr 12: *2tjt, 4t, laç, 3t, 2m, PM,  [2t, laç, 2tj] x3, PM, 2m, 3t, laç, 4t, 2tj*;
Carr 13: *laç, ssk, 2m, laç, ssk, PM, 2t, laç, 4m, ssk, 6m, 2mj, 4m, laç, 2t, PM, 2m, laç, ssk, 2m*;
Carr 14: *laç, 2tj, 2t, laç, 2tj, PM, 2m, t, laç, 4t, 2tj, 4t, 2tjt, 4t, laç, t, 2m, PM, 2t, laç, 2tj, 2t*;
Carr 15: *laç, ssk, 2m, laç, ssk, PM, 2t, 2m, laç, 4m, ssk, 2m, 2mj, 4m, laç, 2m, 2t, PM, 2m, laç, ssk, 2m*;
Carr 16: *laç, 2tj, 2t, laç, 2tj, PM, 2m, 3t, laç, 4t, 2tj, 2tjt, 4t, laç, 3t, 2m, PM, 2t, laç, 2tj, 2t*;
Carr 17: *laç, ssk, 2m, laç, ssk, PM, 2t, laç, 4m, ssk, 6m, 2mj, 4m, laç, 2t, PM, 2m, laç, ssk, 2m*;
Carr 18: *laç, 2tj, 2t, laç, 2tj, PM, 2m, t, laç, 4t, 2tj, 4t, 2tjt, 4t, laç, t, 2m, PM, 2t, laç, 2tj, 2t*;
Carr 19: *laç, ssk, 2m, laç, ssk, PM, 2t, 2m, laç, 4m, ssk, 2m, 2mj, 4m, laç, 2m, 2t, PM, 2m, laç, ssk, 2m*;
Carr 20: *laç, 2tj, 2t, laç, 2tj, PM, 2m, 3t, laç, 4t, 2tj, 2tjt, 4t, laç, 3t, 2m, PM, 2t, laç, 2tj, 2t*;
Carr 21: *laç, ssk, 2m, laç, ssk, PM, 2t, laç, 4m, ssk, 6m, 2mj, 4m, laç, 2t, PM, 2m, laç, ssk, 2m*;
Carr 22: *laç, 2tj, 2t, laç, 2tj, PM, 2m, t, laç, 4t, 2tj, 4t, 2tjt, 4t, laç, t, 2m, PM, 2t, laç, 2tj, 2t*;
Carr 23: *laç, ssk, 2m, laç, ssk, PM, 2t, 2m, laç, 4m, ssk, 2m, 2mj, 4m, laç, 2m, 2t, PM, 2m, laç, ssk, 2m*;
Carr 24: *laç, 2tj, 2t, laç, 2tj, PM, 2m, 3t, laç, 4t, 2tj, 2tjt, 4t, laç, 3t, 2m, PM, 2t, laç, 2tj, 2t*.

Pedra e Flores

As pessoas são muito reativas: costumam retribuir exatamente aquilo que recebem. Retribuem o bem com o bem, e o mal com o mal. Mas tu, para seres imensamente feliz, procederás diferente:

Retribua com flores a todas as pedras que te atirarem.

Haverá um momento em que as pedras de teus inimigos acabarão, e assim eles só poderão atirar em você as próprias flores que receberam de ti.

(Augusto Branco)

Ponto UAU



Mais um ponto belíssimo, retirado de um lindo site russo!
As meninas do Grupo Tricô e Receitas deram-lhe o nome de Ponto UAU,
aí está a receita:

Múltiplo de 18 + 10
Carr 1: *3t, 4mj, [laç, m] x5, laç, 4mjt, 2t*, 3t, 4mj, [laç, m] x3;
Carr 2: 7t, 3m, *2m, 13t, 3m*;
Carr 3: *3t, 13m, 2t*, 3t, 7m;
Carr 4: 7t, 3m, *2m, 13t, 3m*;
Carr 5: *3t, 4mjt, [laç, m] x5, laç, 4mj, 2t*, 3t, 4mjt, [laç, m] x3;
Carr 6: 7t, 3m, *2m, 13t, 3m*;
Carr 7: *3t, 13m, 2t*, 3t, 7m;
Carr 8: 7t, 3m, *2m, 13t, 3m*;
Carr 9: *[m, laç] x3, 4mjt, 5t, 4mj, [laç, m] x2, laç*, [m, laç] x3, 4mjt, 3t
Carr10: 3m, 7t, *6t, 5m, 7t*;
Carr 11: *7m, 5t, 6m*, 7m, 3t;
Carr 12: 3m, 7t, *6t, 5m, 7t*;
Carr 13: *[m, laç] x3, 4mj, 5t, 4mjt, [laç, m] x2, laç*, [m, laç] x3, 4mj, 3t;
Carr 14: 3m, 7t, *6t, 5m, 7t*;
Carr 15: *7m, 5t, 6m*, 7m, 3t;
Carr 16: 3m, 7t, *6t, 5m, 7t*.

4mjt - 4 pontos juntos torcidos em meia,
pegar pela alça de trás.
Olhem aqui!


Não se acostume com o que não o faz feliz, 
revolte-se quando julgar necessário. 
Alague seu coração de esperanças, 
mas não deixe que ele se afogue nelas. 
Se achar que precisa voltar, volte! 
Se perceber que precisa seguir, siga! 
Se estiver tudo errado, comece novamente. 
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a. 
Se perder um amor, não se perca! 
Se o achar, segure-o! 

(Fernando Pessoa)

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Buquê de Noiva - Aline e Augusto


Conforme combinei com a Fernanda Wieser, da Círculo S/A
agora libero o post desse buquê maravilhoso,
confeccionado em sua maior parte com Renda Tricô!


Aline e Augusto, foi um prazer enorme conhecê-los,
e melhor ainda, nos tornarmos amigos!
Meu coração acompanha vocês! 


Mais uma vez, Nandinha, você se superou!
Fotos maravilhosas!



Quem me conhece de perto, sabe que sou uma mãe muito coruja!
Mas não poderia deixar de ser, além de linda, minha filha é muito talentosa!
Não deixem de visitar o blog dela, verão maravilhas sob uma lente apaixonada pelo trabalho que faz!

Eu Sei que Vou te Amar
Tom Jobim 

Eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida eu vou te amar
Em cada despedida eu vou te amar
Desesperadamente, eu sei que vou te amar
E cada verso meu será
Pra te dizer que eu sei que vou te amar
Por toda minha vida
Eu sei que vou chorar
A cada ausência tua eu vou chorar
Mas cada volta tua há de apagar
O que esta ausência tua me causou
Eu sei que vou sofrer a eterna desventura de viver
A espera de viver ao lado teu
Por toda a minha vida

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Voo Livre

Um novelo de Anne, agulha 3mm, ponto Segredo



Voo livre


Alçar um voo livre
Se lançar
No mar azul do vento
Velejar
Quando o coração acende,
Explode como o brilho de cristal
Lança nas manhãs a primavera
É como um arco-íris
Na janela do quintal
Quando o coração atende,
Se atira e se deixa levar
Abre suas asas contra o vento
É como uma ave
Que começa a se soltar
Quando o coração aprende
E toma de assalto a direção
Dispara de tanta felicidade
Respira a liberdade
Que desponta como o sol